A ArgenChina de Ariel Magnus e a questão do outro

  • umchinesdebicicleta3

 

O romance argentino Um Chinês de Bicicleta fala muito sobre chineses e raramente sobre bicicleta, menos ainda sobre chineses montados em alguma bike. Contudo, fala sobre um bairro chinês na Argentina e de que maneira ele é visto pelos portenhos. O chinês em questão é Li, ou Fosforinho, alcunha que recebeu por ser acusado de incendiar lojas de móveis em Buenos Aires e, posteriormente, condenado pelos atos. O narrador da história é Ramiro, a testemunha do caso que é sequestrada por Li e levada cativa a um bairro chinês. O sequestrado, então, passa a viver no bairro chinês, fazer amizades e romance, até desenvolver uma inusitada síndrome de Estocolmo. Continuar lendo “A ArgenChina de Ariel Magnus e a questão do outro”